Header Ads

Morre caminhoneiro que caiu na cratera da Rodovia SP-300



José Rodrigo Mauruto, 38 anos, morreu na madrugada deste domingo (01). José foi vítima de um grave acidente  registrado na madrugada de sábado (29), na Rodovia Marechal Rondon (SP-300).

Segundo informações, o caminhão que José conduzia invadiu um trecho interditado da pista e acabou caindo na cratera que se formou em consequência das chuvas no último dia 10.

O caminhão com placas Tupã (SP) estava carregando cerca de sete toneladas de produtos, a cabine do veículo ficou totalmente destruída com o impacto. O motorista havia sido resgato em estado grave pela equipe da concessionária e levado para o Hospital das Clínicas de Botucatu, onde veio a falecer nessa madrugada.

O corpo do motorista foi encaminhado ao IML de Botucatu no início da manhã, após a liberação vai ser conduzido até Tupã, cidade onde vai ocorrer o velório.

Além de José, outros dois motoristas já morreram no mesmo local em menos de um mês.

Primeira vítima;

Na madrugada de segunda-feira(10) durante as fortes chuvas que atingiram São Paulo, por volta das 5h00,um caminhoneiro despareceu após seu caminhão ser engolindo pela cratera que se formou no momento em que passava na pista.
Trechos da Marechal Rondon (SP-300) foram fechados por conta da chuva em Botucatu — Foto: Arquivo pessoal

A vítima foi localizada quase 10 horas após o desaparecimento e foi encontrada próximo ao caminhão a cerca de 1,3km de onde foi o acidente.

Outro veículo que seguia logo atrás acabou caindo no canteiro central, mas os ocupantes foram socorridos pelo corpo de bombeiros que passava no local.

Após esse primeiro acidente, o trecho foi interditado para o conserto da via.

Segunda vítima; 

No dia 24 um motorista de ônibus acabou morrendo após perder os freios e evadir o trecho interditado e cair na cratera. No momento do acidente o ônibus não transportava passageiros.

Trechos da Marechal Rondon (SP-300) foram fechados por conta da chuva em Botucatu — Foto: Arquivo pessoal


Tecnologia do Blogger.