Header Ads

Empresas já registram forte diminuição no número de fretes | Queda de 80% é estimada

Resultado de imagem para caminhoneiro

Após a paralisação de diversas empresas por conta do COVID-19, o próximo setor atingido é o transporte de cargas.

O Truckpad, plataforma que agencia fretes, já registra uma queda de 25% na quantidade de fretes, somente nesta semana.

As transportadoras também sentem o efeito das paralisações:

“A redução que tivemos aconteceu especialmente entre a segunda-feira (23) e a terça-feira (24), quando tivemos uma baixa de 50% no nosso volume de operações. Antes disso vínhamos atuando com certa normalidade, mas no início desta semana tivemos essa baixa, em razão dos decretos que foram tomados por Estados e municípios determinando que alguns segmentos fechem as portas por alguns dias para evitar a concentração e a aglomeração de pessoas”, explica o Presidente da TW Transportes, Alexandre Schmitz.

De acordo com Everton Cácio Bernardi, gerente da Expresso São Miguel em Carazinho - RS, a estimativa é uma redução de até 80% no movimento.

Apesar das industrias não serem restringidas à funcionar, os decretos ocasionaram um fechamento generalizado de quase todos os setores da economia, uma vez que são interligados uns aos outros.

Setores do transporte da rede alimentícia e de produtos essenciais, tendem a sentir de forma mais suave os efeitos da recente crise.

Estados como a Paraíba, já registram uma taxa 70% de retorno de mercadorias às distribuidoras.

Já a fabricante de motores Cummins. suspendeu parte da produção no Brasil, a medida, válida de 30 de março a 22 de abril, se aplica às linhas de motores, turbos e sistemas de pós-tratamento.

Fonte: Diário da Manhã
Fonte: Automotive Business


Tecnologia do Blogger.