Header Ads

Governo publica nova tabela do frete, com alta de até 15%



Publicado nessa quinta-feira pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), as novas regras para cobrança do frete rodoviário compõe aumentos de até 15%.

O valor do piso mínimo de frete foi reajustado de 11% a 15%, conforme o tipo de carga transportada.

Além do reajuste, tornou-se obrigatório o pagamento do "frete retorno" caso o veículo, por regulamentação, não possa voltar ao seu destino transportando outro tipo de carga. Isso é comum com caminhões que transportam combustíveis, uma vez que não podem voltar carregados com outro tipo de carga.

No cálculo do frete, também houve a inclusão das despesas com pneus, manutenção do veículo, refeição e hospedagem do motorista. 

Já no cálculo da diária, ou seja, a multa cobrada caso o veículo permaneça mais de 5 horas esperando para carga ou descarga, foi adicionado também cargas pressurizadas. Antes da mudança, o cálculo só podia ser feito calculando a capacidade em toneladas do caminhão.

Essas mudanças, começam a valer em todo o Brasil nessa segunda-feira (20).

As portarias estão disponíveis no site da ANTT: https://anttlegis.antt.gov.br/


Tecnologia do Blogger.