Header Ads

Entenda porquê na Europa só se usa pneu "single"



Uma das principais diferenças entre o transporte de carga brasileiro para o europeu é o sistema de eixos. Grande parte dos caminhões dos países europeus são 4x2 (Toco) e não possuem rodagem dupla em suas carretas, ou seja, apenas uma roda com um único pneu.

Será que nós estamos desperdiçando pneu ou eles que não se preocupam com segurança?

A resposta: nenhuma das duas. Na verdade, a principal diferença está no peso transportado por um caminhão lá e aqui.

No Brasil, uma Scania P310, 8x2, possuí PTB (Peso Bruto Total) de até 32 Toneladas, e capacidade máxima de carga útil de 18,5 toneladas. 

Já na Europa, um cavalo mecânico 4x2 toco e uma carreta 3 eixos, carregam normalmente cerca de 20 toneladas. Por esse motivo não é necessário rodagem dupla na carreta.

Ou seja, um caminhão truck aqui no Brasil transporta quase o mesmo peso que uma carreta com cavalo mecânico da Europa.

Isso acontece pelo fato do pneu single ter capacidade de carga, em média, 40% a menos que o dois pneus comuns juntos. Sendo assim, não aguentam o peso transportado pelos nossos caminhões.


Alguns caminhões aqui no Brasil que transportam cargas leves são equipados com os pneus "single", pneus únicos, porém as condições das rodovias tornam a utilização dos mesmos quase que inviáveis.

Quando um pneu single explode e o eixo não possuí sistema de elevação, é necessário trocá-lo de imediato, uma vez que a roda fica próximo ao chão e há risco dela entortar. 

Como mostrado no canal Diário de Bordo de um caminhoneiro:






Já nos Estados Unidos, o governo aumentou o limite de peso por eixos que utilizam o chamado Super Single, que nada mais é que um pneu mais largo ainda que o normal. Quase que equivalente à dois pneus comuns: 



Esse novo formato está sendo utilizado por caminhões que transportam grãos e necessitam carregar o máximo de peso possível dentro das leis americanas.


Tecnologia do Blogger.