Header Ads

Como transportar carga granel sólida sem ser multado



Grande parte das cargas transportadas no país é em modo granel. Entende-se como carga "sólido a granel" todo material sólido fracionado, fragmentado ou em grãos que não é embalado para transporte. Como por exemplo: grãos, frutas, areia, tijolos, etc

A resolução que controla o transporte de cargas a granel sólidas em veículos de carroçarias abertas é a CONTRAN Nº 441 DE 28/05/2013.

Segundo essa resolução, o veículo deve atender algumas especificações, como:


  • Possuir guarda laterais (tampas) ou tela metálica.
  • Ser totalmente cobertas por lonas ou dispositivos similares.
  • A carga transportada não pode exceder os limites da carroceria do veículo.


Veja alguns exemplos corretos:

Nesse caso a carga deixa de ser granel, uma vez que está embalada em caixas, dispensando o uso de lonas e podendo exceder o limite da carroceria:


Já no caso da carga de melancia, transportada sem embalagem, se enquadra como carga a granel, sendo obrigatório o uso de lona e não podendo exceder o limite da carroceria (guarda lateral).

Veja alguns exemplos errados:

Nesse caso a carga ainda não foi coberta, mas está muito acima do limite da guarda lateral.


Nesse caso, mesmo com o enlonamento, a carga está irregular, pois ultrapassa o limite da guarda lateral.


Posso adaptar proteções lateria na carroceria?

Pela resolução não, uma vez que entende-se como guarda lateral estruturas fechadas fixadas ou telas metálicas. Entretanto, o objetivo da resolução é impedir o derramamento da carga sobre a via, então estruturas fixadas devidamente e que impeçam a passagem da carga não são alvos de fiscalização.

É recomendado para o transporte desse tipo de carga em veículos leves e semipesados as carrocerias conhecidas como "graneleira tampa alta". Que podem ser rebatidas ou até retiradas para facilitar o carregamento.


Além disso, pela Resolução CONTRAN nº 210/2006 a altura da carga ou do veículo não pode exceder 4,4 metros de altura.

§ 5º As disposições deste artigo não se aplicam ao transporte de cargas que tenham regulamentação específica. (Parágrafo acrescentado pela Resolução CONTRAN Nº 499 DE 28/08/2014).

Confira a resolução 441 completa: CONTRAN Nº 441 DE 28/05/2013

Tecnologia do Blogger.