Header Ads

Juiz Marcelo Monteiro determina a volta dos radares móveis


A determinação feita nessa quarta-feira (11), pelo juiz Marcelo Gentil Monteiro, 1ª Vara Federal Cível do Distrito Federal, deu um prazo de 72 horas para que a Polícia Rodoviária Federal e demais órgãos de fiscalização restabeleçam o uso de radares móveis em todo o território nacional.

A decisão suspende a portaria feita pelo governo que proibia o uso dos aparelhos.

Com a determinação, o uso do seguintes aparelhos voltam:

  • Estáticos: instalados em veículo parado ou sobre suporte
  • Móveis: instalados em veículo em movimento
  • Portáteis: direcionados manualmente para os veículos

Ainda segundo o Juiz, a decisão do governo em suspender o uso dos aparelhos desrespeitou a competência do Conselho Nacional de Trânsito.

A decisão teve como base o recente aumento de acidentes em 2019 - que podem ter ligação com a falta de fiscalização de velocidade por equipamentos móveis.

Dados da Polícia Rodoviária Federal apontam um aumento de 1,19% no número de mortos em acidentes nas rodovias em Agosto deste ano em comparação com o mesmo período de 2018.


Acidentes em rodovias federais entre 16 de agosto e 30 de outubro — Foto:  G1

Tecnologia do Blogger.