Header Ads

Inicia julgamento do acusado de matar caminhoneiro a pedrada

Willians Maciel é acusado de matar com pedrada o caminhoneiro José Batistela.  — Foto: Arquivo pessoal
Willians Maciel Dias é acusado da morte de José Batistela em 2018
O julgamento de Willians Maciel Dias iniciou-se nessa quinta-feira(5), o homem é acusado de matar o caminhoneiro  José Batistela, de 70 anos, durante a greve dos caminhoneiros em maio de 2018.

Entenda o caso:

O caminhoneiro José Batistela foi atingido por uma pedra arremessada contra seu veículo por um carro que seguia em sua frente na  BR-364 durante a greve de 2018, a pedra atravessou o para-brisa e acabou acertando a cabeça do caminhoneiro que faleceu na hora.




No dia 7 de junho Willians Macial Dias, que também era caminhoneiro, se entregou a polícia confessando o crime. A ação teria sido motivada pelo falo de Willians estar insatisfeito com o fim das paralisações e acabou atacando o caminhão de José que seguia viagem.

Julgamento:

José Batistela estava em caminhão quando foi atingido por pedra — Foto: Arquivo pessoal

O julgamento está acontecendo no Fórum Leal Fagundes em Vilhena (RO), por um júri popular composto por cinco homens e duas mulheres. A juíza Liliane Pegoraro Bilharva comanda a sessão.

Segundo a promotoria que apresentou a tese, o crime se configura como homicídio doloso, com dolo eventual, pois o réu assumiu o risco de matar quando arremessou a pedra. 

Já a defesa de Willians alega que o réu não teve a intenção de matar o caminhoneiro ao arremessar a pedra contra o veículo.

A equipe do Flogão Elite acompanha o caso.

Tecnologia do Blogger.