Header Ads

Essa foi a primeira e trágica corrida de caminhões do Brasil



A primeira Copa Brasil de Caminhões aconteceu em Cascavel, no Paraná, em 1987. Cerca de 20 mil pessoas compareceram ao Autódromo Internacional de Cascavel para prestigiar o início das corridas de caminhões no Brasil.

Sem muita segurança, os pilotos contavam com apenas um macacão e um capacete. Já os caminhões, não possuíam célula de sobrevivência.

Em caso de acidente, não havia a presença do corpo dos bombeiros ou profissionais capacitados para esse tipo de resgate, apenas uma ambulância com profissionais da área da saúde.

A primeira bateria:


10 caminhões se posicionavam na largada, entre eles os modelos Volvo N 10, Volvo N12, Scania 110, Scania 112 e Scania R142.  

O público ia ao delírio com os veículos pesados atingindo a marca de 140km/h e com as diversas derrapagens nas curvas. As 15 voltas da corrida foram lideradas pelo piloto Luis Francisco Guidolin, com um Volvo N10, que se manteve com folga do segundo colocado e garantiu a vitória da primeira bateria.

A segunda bateria:



A segunda prova do dia de caminhões, contou com os 6 primeiros colocados da primeira bateria e mais 4 caminhões inscritos. 


Durante a prova, a sirene da ambulância silenciou o autódromo. Na 7° volta, o piloto Jefferson Ribeiro da Fonseca, que pilotava um Scania 110, perdeu o controle em uma curva e capotou. Foram cerca de 4 minutos presos às ferragens até que o piloto fosse retirado do local. 



Jefferson Ribeiro da Fonseca, tinha 42 anos de idade e não resistiu aos ferimentos, vindo a óbito. Além de piloto, Jefferson também era o presidente do Autódromo Internacional de Cascavel, em que ocorria a própria corrida e SubTenente do Exército.


Após o acidente, a prova foi encerrada. Acompanhe o documentário completo sobre A primeira corrida de caminhões do Brasil:





Tecnologia do Blogger.