Header Ads

Por melhoria no preço do frete, motoristas fazem bloqueio na BR-364


De acordo com o presidente do Sindicato, o bloqueio está segurando apenas caminhões que fazem o transporte de grãos e derivados

Motoristas de caminhão bloquearam, na manhã de sexta-feira (13), as duas faixas da BR-364, em Rondonópolis (214 km de Cuiabá), na saída para a Capital. O movimento tem como objetivo melhorar o preço do frete, que está defasado. Segundo caminhoneiros, apenas caminhões que fazem o transporte de grãos e derivados estão sendo impedidos.  
De acordo com o presidente do Sindicato dos Transportadores Rodoviários Autônomos de Bens de Mato Grosso (Sindicam/MT), Roberto Costa, outros bloqueios devem estar acontecendo em outras regiões do Estado e do Brasil. “O valor do frete está defasado e teve dois aumentos no óleo diesel e o frete não reage. O movimento não tem hora para acabar e está se estendendo para vários lugares do Brasil”, afirmou.
De acordo com a Rota Oeste, que administra a rodovia, às 7h18 os caminhoneiros bloquearam a pista no sentido sul, no km 206, na saída para Cuiabá. Às 7h30, foi registrado outro bloqueio no sentido norte, no km 201, ambos os pontos ficam na saída para a Capital.
 A Polícia Rodoviária Federal (PRF) orientou o responsável pelo movimento a manter sempre uma via liberada, montar barreiras de informação antes do ponto de interdição e caso o motorista não concorde, que ele seja liberado.
O movimento deve durar todo o dia, sem pausas. No momento, ainda não foi registrado filas de veículos. 
O “Piso Mínimo de Frete”
O Projeto de Lei 528, idealizado pelos deputados Assis do Couto (PDT/PR) e Celso Maldaner (PMDB/SC) está paralisado nas comissões do Senado Federal.  Em seu texto, consta o chamado “Piso Mínimo de Frete”, que permite ao Governo Federal a implantação mínima do frete em caráter obrigatório em todo território nacional.  O objetivo é de que haja uma tabela mínima que favoreça o setor de transporte rodoviário e que cubra, no mínimo, o custo efetivo do frete.

Tecnologia do Blogger.