Header Ads

Caminhão autônomo viaja mais de 190km para entregar cerveja nos EUA


Uso deste tipo de veículo permitiria economia anual de US$ 50 milhões




SÃO FRANCISCO - Um caminhão carregado de cerveja cruzou mais de 190 quilômetros de estrada 25 no Colorado, nos EUA, na semana passada, sem ninguém no volante. O Uber e a AB InBev se uniram para realizar a entrega que, afirmam, foi a primeira vez que uma carreta autônoma foi usada para efetuar um transporte comercial.

Escoltado por uma viatura policial, o caminhão de 18 rodas percorreu os 190 quilômetros com um motorista a postos na cabine leito, segundo as empresas. A entrega parece ser um golpe publicitário que prova que a Otto — a empresa de veículos autônomos adquirida pelo Uber em julho — é capaz de colocar com sucesso um caminhão autônomo na estrada.

— Queríamos mostrar que os componentes básicos dessa tecnologia estão disponíveis; temos a capacidade de fazer isso em uma rodovia — disse Lior Ron, presidente e cofundador da unidade Otto — Ainda estamos em estágio de desenvolvimento, debruçados sobre o hardware e o software.


DUAS SEMANAS ELABORANDO ROTA

A AB InBev afirmou que economizaria US$ 50 milhões por ano nos EUA se pudesse usar caminhões autônomos em sua rede de distribuição, mesmo se motoristas continuarem acompanhando os carregamentos e complementando a tecnologia. Essa economia seria obtida com a redução dos custos do combustível e com um cronograma de entregas com viagens mais frequentes.

A equipe da Otto trabalhou com os órgãos reguladores do Colorado para conseguir permissão para a entrega e para organizar a supervisão policial para o carregamento, explicou Ron.

A Otto levou duas semanas para definir a rota, de Fort Collins a Colorado Springs, mapeando cuidadosamente a rodovia para garantir que a tecnologia tivesse capacidade para percorrê-la. A equipe queria que a viagem fosse realizada no início da manhã, quando o trânsito seria relativamente leve, e em um dia de tempo limpo. Esses requisitos foram atendidos na quinta-feira passada, quando a entrega foi realizada.

SEM CAMINHÃO PRÓPRIO

Ron afirmou que o Uber não planeja fabricar caminhões próprios. A empresa pretende formar parcerias com fabricantes de veículos, como está fazendo com a Volvo no segmento de carros autônomos. Ele afirmou que as negociações da companhia com as fabricantes de caminhões estão em estágio inicial.


As mortes neste setor superam de longe os números de outras indústrias e, portanto, o aumento da segurança seria benéfico, mas o segmento empregava 1,5 milhão de pessoas em setembro e esses trabalhadores podem ser ameaçados pelos veículos autônomos.

A morte de um motorista que utilizava o sistema de piloto automático da Tesla Motors, em maio, concentrou a atenção política nos veículos autônomos e intensificou a exigência de normas para acompanhar o ritmo dos avanços tecnológicos. O Departamento de Transporte dos EUA divulgou diretrizes políticas para a direção autônoma que admitem a possibilidade de que essa tecnologia salve vidas, mas alerta para um mundo de “cobaias humanas”.




© 1996 - 2016. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. 
Tecnologia do Blogger.