Header Ads

Asfalto cede e cratera 'engole' frente de caminhão em Presidente Prudente

Obras eram realizadas em tubulações de água, segundo a PM. 
Fluxo entre as ruas Prudente de Morais e Assad Elias Naufal foi interditado.




Um caminhão teve a frente “engolida” por uma cratera, por volta das 6h desta terça-feira (4), no Parque São Judas Tadeu, em Presidente Prudente. De acordo com as informações da Polícia Militar, o condutor do veículo desviou de um buraco na via, momento em que o asfalto cedeu e o caminhão ficou preso.
Conforme o registro, a Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo  (Sabesp) realizava manutenção em tubulações no cruzamento entre as ruas Prudente de Morais e Assad Elias Naufal e, por isso, foi feito um buraco no trecho.
A suspeita, segundo a PM, é de que com o vazamento de água, devido à manutenção, o asfalto não tenha aguentado o peso do caminhão, vindo a ceder quando o condutor desviou das obras, formando uma cratera.
O motorista do veículo não ficou ferido.
O trânsito no local precisou ser interditado em ambos os sentidos para evitar acidentes. Moradores das proximidades tiveram o abastecimento de água interrompido.
Sabesp
G1 solicitou um posicionamento à Sabesp sobre o caso e foi informado que a companhia efetua reparo na rede de distribuição de água rompida durante a madrugada desta terça-feira (4) no Parque São Judas Tadeu. "A previsão é de que os trabalhos sejam finalizados até as 11h30 de hoje [terça-feira], quando o abastecimento será normalizado na região. Os moradores estão sendo avisados por carro de som. A companhia ressalta a importância do uso racional da água durante a realização do conserto".
A empresa ainda ressaltou que "está colaborando com a retirada do caminhão que ficou preso no local" e que,  posteriormente, "serão avaliados os possíveis danos causados ao veículo".
Orientação
A Sabesp ainda orientou os moradores sobre o uso de equipamentos adequados para manter o abastecimento de água. "Conforme determina a norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), é necessário que cada cliente possua caixa d’água adequada à quantidade de moradores do imóvel, sendo capaz de garantir o abastecimento por no mínimo 24 horas. Também é importante que todas as torneiras da residência estejam conectadas à caixa d'água".

Tecnologia do Blogger.