Header Ads

Por que a mídia condena tanto os caminhoneiros?



Pode-se dizer que nos últimos tempos a classe caminhoneira vêm recebendo diversas críticas por parte da mídia - sobretudo criminalizando motoristas por problemas que não tem ligação direta com a profissão.



Como vivemos em um país onde os meios de comunicação formam a opinião das pessoas, simples reportagens estão criando um preconceito contra os caminhoneiros. Com isso, as críticas sobre a profissão aumentaram, mentiras e opiniões erradas passaram a ser comum na sociedade.

IBOPE

Buscar um culpado sempre é mais fácil e comodo do que achar uma solução. E a mídia se aproveita disso para ganhar IBOPE. Em diversas reportagens, foram mostrados apenas um lado da história, aquela que convém à eles mostrar. Com isso, não há oportunidade dos motoristas responderem à essas críticas de denúncias, muitas vezes injustas e inapropriadas.

Já há muito tempo, problemas de responsabilidade do governo são atribuídas aos caminhoneiros. Um bom exemplo disso é a precariedade nas rodovias brasileiras, que muitos acreditam ser culpa dos caminhões. Em vários acidentes é dado ênfase ao fato do caminhoneiro cometer alguma irregularidade, porém não é mencionado o baixo preço do frete, o alto custo do diesel e os horários apertados das empresas.

Cabe, portanto, à cada um de nós, saber distinguir o que é verdade ou apenas um meio da mídia de ganhar ibope em cima de uma profissão tão difícil e desvalorizada. No governo, nas delegacias, nas empresas, nos hospitais, em todos os lugares existem pessoas que querem levar vantagens ou cometem crimes.


Na profissão de caminhoneiro não é diferente, porém não se pode generalizar. Existem sim alguns caminhoneiros mal intencionados, mas grande parte dos profissionais são pais de família e que estão na profissão para garantir o bem-estar de sua família. O que não pode acontecer é um profissional do volante ser tratado sem dignidade.


Tecnologia do Blogger.