Header Ads

FLOGUEIROS: FUTUROS CAMINHONEIROS OU CRIMINOSOS NOS ACOSTAMENTOS?





Já a alguns anos um novo estilo surgiu nas estradas brasileiras, caminhões personalizados viraram moda e ganharam muitos fãs pelo país. Mas isso só foi possível graças aos "flogueiros", jovens que tem o sonho de ser caminhoneiro e registram tudo o que acontece nas rodovias. Buscando sempre a melhor foto, a cena mais inédita, o melhor vídeo, gastam boa parte do seu tempo livre nos acostamentos das rodovias. Todo o material registrado vai direto para a internet e ganha o país, em minutos fotos tiradas em uma estrada qualquer é compartilhada e curtida por centenas de pessoas de vários lugares diferentes. 

Em sua maioria os flogueiros são jovens que tem entre 13 e 20 anos de idade, que enquanto não tem a idade suficiente para poder dirigir um caminhão são fotográfos amadores nas estradas. Boa parte dos flogueiros é filho ou tem algum parente caminhoneiro, já outros foram incentivados por algum amigo, o que é certo mesmo é que todos tem um sonho em comum.




Depois de algumas reportagens na mídia nacional a prática ganhou repercussão negativa, uma vez que exibiam flogueiros registrando caminhoneiros fazendo manobras arriscadas em vias públicas. Desse modo a imagem de flogueiro foi relacionada à imprudência e falta de responsabilidade. Após isso muitas pessoas começaram a considerar os jovens criminosos e que incentivavam os motoristas a realizarem manobras perigosas. Com isso, a Polícia Rodoviária Federal começou a restringir a prática nas rodovias, muitas vezes apreendendo câmeras e encaminhando jovens para o conselho tutelar.


Mas não se pode generalizar, há dois anos atrás, juntamente com três amigos em um posto de combustível tirando fotos quando a PRF nos abordou. Logo achamos que nós teríamos problemas, porém os policiais apenas perguntaram o que estávamos fazendo ali, explicamos que estávamos tirando fotos e gravando vídeos. O policial disse "Boa sorte, juízo!", entrou na viatura e foi embora.

Outro ponto importante é o alcance das páginas de caminhões atuais, que não apenas servem para compartilhar fotos e vídeos de caminhões, mas também mostrar os problemas e cobrar soluções. Em 2015 tiveram um papel fundamental nos protestos dos caminhoneiros, onde por meio das redes sociais conseguiram literalmente quase parar o Brasil e contou com apoio de boa parte dos brasileiros. Também é muito comum quando um caminhão é roubado ou um motorista desaparece, a notícia ser compartilhada rapidamente por páginas do país inteiro, o que muitas vezes ajuda a polícia a achar o caminhão ou o motorista.

Com isso, as páginas e flogões continuaram ganhando novos fãs e adeptos.  Muitos jovens não desistiram das fotos, hoje o conteúdo registrado nas rodovias é compartilhado e ganha o mundo, é muito comum pessoas de outros países compartilharem e curtirem publicações e vídeos daqui do Brasil. Muitos flogueiros afirmam que a prática ajuda a valorizar a profissão de caminhoneiro, a mesma que muitos sonham em seguir no futuro. Os flogões ajudaram a criar novas amizades, tanto entre caminhoneiros e jovens, quanto entre os próprios caminhoneiros. Incentivaram e incentivam muitos jovens à adentrar a profissão de motorista e muitas vezes incentivando aqueles que já estão nela.

E você, o que acha dos flogueiros? Deixe seu comentário. 

Tecnologia do Blogger.